terça-feira, 30 de junho de 2009

FREE DOWNLOAD - DUBKEY NET LABEL

Esse Selo/Site chamado Dubkey é bem legal, e entra na proposta do FYADUB, música gratuita disponibilizada na net, 100% copyleft, ou seja, você pode baixar, gravar, repassar para seus amigos, mas não pode vender, esse é o barato do copyleft, diferente do copyright que obrigatoriamente recolhe os direitos autorais do artista. No copyleft o artista abdica dos seus direitos autorais, concedendo a música de forma gratuita, deu pra sacar?!

O Dubkey é bem recente, foi criado em Abril/2009 e está bem na levada do selo Cannabits, steppers e dubsteps bem digitais, penso até que o Dubkey é uma versão belga do nosso selo brasileiro Cannabits Records.

O Dubkey foi fundado por um cara chamado Manwel Tabone, e disponibiliza somente produções próprias, sem nenhum vínculo com downloads ilegais ou discos ripados/pirateados. A vibe proposta pelo cara é de deep roots e dubs, sem slackeria ou conteúdo violento do tipo "murder soundboy". Os discos são recheados de timbres sintetizados, subgraves, melódicas e composições que vão lembrar Blakamix e King Earthquake.

Abaixo a capa dos discos e os links para download.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

MICHAEL JACKSON - R.I.P. - 1958/2009


Man... Michael Jackson marcou minha infância, musicalmente dizendo (não leve pelo outro lado), mas é real. Todo mundo que está na faixa dos 30/35 anos e teve seu tempo dos bailes blacks, isso falando aqui de SP, dançou Michael Jackson, não deve ter dançado Thriller, mas dançou vários sons do cara. 

Particularmente, prefiro a musicalidade do Michael Jackson negão, talvez seja pelas produções de Quincy Jones e outras lembranças como Milles Davis tocando Human Nature com o trumpete apontado para baixo durante 10 minutos, lembrança dos antigos programas de Jazz que passam na TV Cultura nas madrugadas. Isso falando do MJ, sem contar os Jacksons 5 que são talvez a origem de todas essas boy bands lixo que aparecem na Muthafuckin MTV (quem precisa dela mesmo?!)

Bom, voltando ao MJ, não vou fazer uma biografia nem comentar os escândalos ou boquetagens que marcaram a vida dele, mas sim a música que ele deixou, e que musicas, Michael Jackson no final dos anos 70 e início dos anos 80 foi o músico negro mais importante que o mundo teve, e nunca deixou de vender milhares de cópias de seus discos durante todos os anos que se passaram. Ainda tenho os meus aqui muito bem guardados.

Uma das músicas que eu mais escutei quando era criança era a música "Ain't No Sunshine", composição original de um cara chamado Bill Withers, o criador do "I know, I know, I know... e continua.. I know"... Essa fase de Michael daria início a de outros grandiosos que também gravaram essa música como Paul McCartney, Isaac Hayes, Lionel Hampton, Prince, Sting, Kenny Rogers, Tom Jones e outra infinidade de rappers que usaram a música como sampler. Horace Andy regravou "Ain't No Sunshine" para o Studio One, uma versão cabulosa, mas desculpe, a versão de MJ é a melhor em tudo; melhor arranjo, melhor vocal, melhor melodia, melhor andamento, e etc.

Não entenda que essas são as melhores músicas dele, mas são as que eu mais gosto, a fase Motown de MJ foi a melhor de todas. Outra que pegava fogo nas pistas junto com Parliament Funkadelic, James Brown, Isaac Hayes, George Clinton, Bootsy Collins, Commodores, era a música "Don't Stop 'Til You Get Enough", meio que "Não Pare Enquanto Não Tiver O Bastante", nessa fase MJ já dava sua cara aos bisturis e já dava sinais de devaneios e excentricidades que marcaram sua vida, eu particularmente acho essa fase dele a mais psicodélica de todas, imagina nessa época onde o racismo americano era explicito, assassinaram praticamente todos os líderes negros da década de 60 e 70, um preto com dinheiro usando roupa justa cheia de lantejoula era loucura, assim como todo o resto do blaxploitation da época. 

Outra que agitava as pistas e deixava as meninas doidinhas pra dançar juntinho era "Rock With You", refrão fácil, passinho marcado, música para festa, música para dançar, e música para curtir, seja com ou sem namorado(a). Agora a que eu mais gostava era "Billie Jean", se MJ já queria fama de putão (no bom sentido) em "Don't Stop 'Til You Get Enough", Billie Jean era a mais sacana de todas, quase um slackness, na letra, MJ dizia que teve um caso com uma mina que babava nele, mas ele não era o pai do filho dela (puts!!). Bom, hoje a mãe dos 2 filhos que supostamente eram dele, já diz que ele não é o pai (ai karai!!), será que a música realmente é real?!

Mas falando de Billie Jean, o singjay jamaicano multifacetado Shinehead fez uma versão de Billie Jean sobre um riddim produzido por Sly & Robbie na década de 80, mais exatamente em 1984 no álbum "Rough And Rugged" - um dos preferidos da casa. O riddim em si foi lançado em 1967 (data não exata), pelo Studio One numa produção que possivelmente seria para os Wailers, mas foi gravada por um grupo obscuro chamado Bumps Oakley, com a música "A Get A Lick", um early reggae na moralzinha, nada muito haver com o som do Shinehead, só a linha de baixo foi aproveitada na produção de Sly & Robbie. Mas, preste atenção Billie Jean batizou o riddim e somente a letra foi aproveitada no riddim, nada da composição original de MJ foi utilizada no instrumental. Shinehead gravou 2 versões nesse riddim, a Billie Jean já citada e a outra é "Mama Used To Say", outra clássica do Shinehead. O que marcou esse riddim foi o assobio que lembrava os filmes Western Spaguetti, ou de cowboy mesmo, nada de falar muito difícil. 

Bem, essa é homenagem ao MJ, que ele seja julgado pelos seus pecados, assim como seremos julgados pelos nossos. Abaixo um trecho ao vivo do Shinehead onde canta alguns sucessos dele, e também Billie Jean, acho que um dos vídeos ao vivo dele mais legais.

domingo, 21 de junho de 2009

24/6 - FYADUB C/ FUNK BUIA, RAS E ZULU @ IDCH

24/6
FYADUB @ IDCH

IDCH - Rua Clodomiro Amazonas, 660
20,00 na porta - 10,00 enviando o nome para fyadub@yahoo.com.br

Venda de Cd's e Mixtapes a partir de 5,00 reais.

Aceita Cartões Visa e Mastercad

FYADUB SONS DE R-EVOLUÇÃO - BOUND BY PHILOSOPHY


Yes I, um breda da Califórnia chamado Supagraph fez esse trabalho com uma das músicas postadas no myspace do FYADUB, a música é a um plate do 2ban feito pra gente, o nome da música é "Bound By Philosophy", numa tradução livre é meio que "Vinculados Pela Filosofia".

O mais legal, é saber que fora fora do Brasil, a música é dirigida para a parte política e consciênte, ainda é valorizada. Clique aqui para acessar a página do youtube do Supagraph, vários vídeos bem interessantes, e mais alguns feitos por ele.

Quem sabe logo mais no Brasil a mentalidade da bundalização, ops.. banalização da música diminua consideravelmente, e isso sem censura. Curtam o video e digam pra gente o que acharam. Big Up!

domingo, 14 de junho de 2009

24 E 25/6 - MATILHA CULTURAL - WORKSHOP DE GRAFFITI

BOLETA e NDRUA vão ministrar workshop sobre graffiti na MatilhaCutural uma oportunidade para iniciantes conhecerem algumas técnicas do graffiti e vivenciar um contato com as ferramentas que possibilitam a expressão na arte de rua.

Workshop Boleta e NDRua
dias 24 e 25 de junho 2009
(terça e quinta) das 19 às 23hs
valor: R$30,00 + 2 latas de spray (cores com contraste)
inscrições até dia 20/06 pelo formulário abaixo ou no local.

Nome:

E-mail:

Telefone:

Idade:

Endereço:


MatilhaCultural
R. Rego Freitas 542 - Centro
fone: +55 11 3256.2656

http://matilhacultural.com.br/2009/05/workshop-de-graffiti-23-e-25-de-junho/#more-136

Os artistas estão expondo até o dia 7 de julho, no ESPAÇO MATILHA.

BOLETA iniciou-se nas artes de rua no final da década de 80, como pixador, privilegiando a palavra e a letra. Participou de guerra de alfabetos, de assinaturas, de poemas gráficos, protagonizada por grupos que ocuparam com suas escritas todos os espaços públicos da cidade, em grande parte influenciados pelos eventos da contra cultura urbana que surgiram em Nova York, no final dos anos 60. Artista autodidata, seus primeiros contatos com o graffiti foram em 1994, por influencia dos diversos estilos e escolas de tatuagens. Desenvolveu ao longo desses anos, inúmeras exposições em salões, museus e galerias, no Brasil e no exterior. Sua obra é reconhecida internacionalmente. http://www.flickr.com/photos/boletabike

NDRUA é representante da cultura ninguém-dorminiana, nasceu no gueto em 1981, estudou na RUSP, formado em ruologia. Pesquisador de Marretoterapia, pós-graduado em flexionamento, fez mestrado em frasecultura. Frasecultor, dedorizador, jateador, monstro, autorizador, brocador, cicatrizador, flexionador, ranicultor, hackeador, momenteador, climatizador, adestrador de cardume, capeador, provedor de conexão da internet de rua. Saiu da forma de papelão, vindo do calabouço babilônico, nos tempos do paraquedas de 24 de maio, desde então cicatrizou na arte de rua em vários estilos, sempre influenciado pela pirataria e pela distribuição clandestina de arte e de conhecimento, provando o valor da escola da vida sobre o mercado da cultura e da educação oficial.
Consultei poucos livros, aprendo ao vivo, na rua é de prima, é só pa frente e pa cima, sou operáio do meu sonho, qualqué forma de gordura que brotá, vô usá de matéria prima, a força da rua tá em todo lugar… Super-rua ativar! Não conheço galeria maior do que a rua, as coisas que eu fiz e você não entendeu… me desculpe, não esteve no museu. Porque na rua nada fica velho, o tempo age…. e lá vai reciclage!“
http://www.fotolog.com.br/nderua

As inscrições devem ser feitas no ESPAÇO MATILHA,

Rua Rego Freitas, 542 - Info: 11 32562636.

www.matilhacultural.com.br

sábado, 13 de junho de 2009

FREE DOWNLOAD - NAH BUSS MI TUNEZ FAH NAHUM


Essa mixtape é uma produção de Colonel D, francês participante do sound system Furybass. O sound Furybass foi criado em 2000 e ganhou notoriedade tocando em alguns pubs na França. No inicio era o seletor Natiss e o mc Feewah, em 2004 MrPlayer começou a fazer parte da crew e em seguida em 2007 foi a vez de Colonel D.

Em 2008 o Furybass fez uma série de 4 x 7inch do riddim Billie Jean, eternizado pelo jamaicano Shinehead, que com certeza foi um dos melhores lançamentos do ano passado. E essa mix está no Top 5 até agora, de todas que eu recebi.

NAH BUSS MI TUNEZ FAH NAHUM MIXTAPE
download wave - clique aqui
download mp3 - clique aqui

FREE DOWNLOAD - TABLAO, LUXXXURY E AGUA RIDDIM

Olha, uma coisa que não podemos negar, o dancehall está invadindo todos os países e todas as vertentes da música estão hoje inserindo ou pincelando o dancehall dentro de suas produções.

Eu nunca pensei que iria ouvir dancehall de Madrid, mas existe. Sinceridade, parece uma mistura de bashment com reggaeton, com vocais em castelhano bem rápidos, lembrando o flow fast talk de artistas como Daddy Freddy e Lt. Stitchie.

A produção esta na mesma qualidade das jamaicanas feitas atualmente, riddims básicos com pitadas do calor da Espanha. O download vale pela variedade, e é diferente dos reggaetons da América Latina, os artistas são bem mais interessantes que Daddy Yankee. A produção é de dois caras, um chamado JML e o outro King-Der.

No downloado do riddim "AGUA" você vai ver a participação de dois artistas nacionais, Raggademente e Buyaka San. Faça o download e fortaleça o dancehall nacional.

Download Tablao Riddim

Download Luxxxury Riddim

Download Agua Riddim

quinta-feira, 4 de junho de 2009

BLACK REDEMPTION SOUNDS OF PRAISES - ROOTS STEPPERS DUB DANCE LIVE - ABRIL 2009


Bom, esse é um dos live sounds mais legais que existem na rede, e eu particularmente sou um fã de carteirinha assinada do Black Redemption, e tenho RAS Kush como um dos seletores de fora que mais me agrada, musicalmente e verbalmente.

COMPRAR BLACK REDEMPTION @ FYASHOP

São dois vídeos dando mais de 2 horas de live sound, com participação do veterano Judah Skender Tafari e Digital English. Steppa pesadíssimo. Ligue seu computador nas suas caixas, equalize seu subwoofer e aumente o volume no talo. Enjoy!!!!


 
 

  Twitter   https://www.instagram.com/fyadub_fyashop/   http://www.youtube.com/fyadub  http://www.discogs.com/seller/fyashop/profile   http://fyadub.blogspot.com.br/p/fyashop-teste_22.html   fyadub@yahoo.com.br

quarta-feira, 3 de junho de 2009

FREE DOWNLOAD - DUBSTRONG :: UPTOWN SKANK E ORIGINAL FEVER MIXTAPE


Dubstrong não é DJ de um estilo só. Quem escolhe sua pista para dançar entra em uma viagem de hip hop, reggae, funk, breakbeats, electro tudo amarrado por uma forte influência do dub e dancehall jamaicano. É um verdadeiro passeio tanto pelas últimas tendências da música de pista quanto pelas suas raízes, que Dubstrong faz questão de manter. Seu estilo particular foi reconhecido e, em 2002 e 2003, foi indicado ao Prêmio Noite Ilustrada (do jornal ''''Folha de S.Paulo'') como melhor DJ de Black Music e Beats. No ano de 2005 foi eleito um dos ''DJs do Ano'' por indicação de juri especializado do ''Guia da Folha''.

A discotecagem e sua boa entrada com o público levaram Dubstrong ser referência precisa nos principais eventos do gênero no Brasil. Foi responsável por abrir apresentações de ícones da música como a dupla austriaca Kruder & Dormeister, o DJ frances Kid Loco, a lenda viva do dub - o jamaicano Mad Professor, o toaster U Roy, Public Enemy, Snoop Doggy Dog, Ja Rule, a conceituada banda inglesa Massive Attack, o fenomeno do dancehall mundial Sean Paul. Também fez o show de abertura com o seu projeto ''Echo Sound System'' para THE WAILERS, banda que acompanhava Bob Marley, no Credicard Hall em SP. Recentemente foi uma das atracoes do conceituado festival Nokia Trends 2008 ao lado de nomes como Bomb The Bass e DJ Z-Trip.

Antes disso, em 2001, Dubstrong integrou o line-up do primeiro ''Ecosystem'', festival organizado pelo DJ Soul Slinger que fez tremer as terras da Amazônia com diversos convidados internacionais. Ainda fora de São Paulo, mostrou seu trabalho em Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, Camburiu, Belo Horizonte, Campo Grande, Salvador, Goiania, Rio de Janeiro, Brasília e Campos do Jordão, sempre em eventos de grande porte e que tinham em suas atrações importantes nomes da cena nacional e mundial.

Residente do conceituado projeto ''Chocolate'' desde 2002, Dubstrong se junta aos colegas Zegon, Primo (r.i.p.), King e Nuts para levar ao público um hip hop de qualidade e receber em suas festas grandes nomes internacionais como Cut Chemist, Madlib, Wildchild, , Busy P, DJ Numark, Green Lantern, os Beat Junkies J.Rocc, Babu e Shortkut. Depois de passar pelos principais clubes de Sao Paulo, atualmente a festa acontece semanalmente no clube ''Clash'' em Sao Paulo e no ''Confraria das Artes'' em Florianopolis.

Dubstrong tambem é residente ha 3 anos do projeto ''''MAFIA'''', mensalmente aos sabados no clube Vegas, que mistura hip hop, dancehall, breakbeat, house, electro e outras batidas quebradas em seu sets, sempre com convidados internacionais da cena eletronica. Na festa ''On The Rocks'', no clube D.Edge, também toca rock, new wave e old school em sets disputados.

Mas Dubstrong não se contenta em ser só DJ. Em 2003 fundou com amigos o projeto ECHO SOUND SYSTEM um coletivo de produções com base no dub/ reggae / hip hop e suas vertentes, com participações de MCs brasileiros e estrangeiros. O primeiro single - "Todos Um" - foi lançado em janeiro de 2004 e o álbum ''''Tempo Vai Dizer'''' saiu no comeco de 2006 pela ST2 Records com sucesso de critica e publico.

***

Bom, depois do release do Dubstrong, dei uma surrupiada de leve nos links para download das mixtapes produzidas por ele, todas ótimas e de qualidade absurda. Visitem também o blog dele o DISCO DEVIL, muita coisa boa e obscura para baixar, free.. SEEN???


ORIGINAL FEVER FEAT. PYROMAN

UPTOWN SKANK VOL 1

UPTOWN SKANK VOL 2

UPTOWN SKANK VOL 3
DEIXE SEU COMENTÁRIO AQUI NO SITE

DISQUS NO FYADUB | FYASHOP

O FYADUB | FYASHOP disponibiliza este espaço para comentários e discussões das publicações apresentadas neste espaço. Por favor respeite e siga o bom senso para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas... PS. DEUS ESTÁ VENDO!