sábado, 29 de maio de 2010

FLORESTAS EM PERIGO

Caros amigos,

Próxima terça-feira dia 1 de junho nossas florestas irão sofrer um ataque perigoso – deputados da “bancada ruralista” irão introduzir uma proposta para destruir o nosso Código Florestal, tentando reduzir dramaticamente as áreas protegidas, incentivando o desmatamento e crimes ambientais.

O que é mais revoltante, é que os responsáveis por revisar essa importante lei são justamente os ruralistas, representantes do grande agronegócio. É como deixar a raposa cuidando do galinheiro!

Há um verdadeiro risco da Câmara aprovar a proposta ruralista – mas existem também alguns deputados que defendem o Código e outros estão indecisos. Nos próximos dias, uma mobilização massiva contra tentativas de alterar o Código, pode ganhar o apoio dos indecisos. Vamos deixar claro para os nossos deputados que nós brasileiros estamos comprometidos com a proteção dos nossos recursos naturais – clique abaixo para assinar a petição em defesa do Código Florestal e depois encaminhe esta mensagem par os seus amigos:


Enquanto o mundo todo está discutindo como preservar nossas florestas para futuras gerações, um grupo de deputados está fazendo exatamente o contrário: estão tentando entregar as nossas florestas para os responsáveis pela devastação e desmatamento do Centro-Oeste e da Amazônia. As alterações servem apenas para os latifúndios se expandirem mais, se houvesse uma revisão no Código, deveria ser para fortalecer proteções ao meio ambiente e apoiar pequenos produtores, e não para enriquecer o agronegócio.

As propostas absurdas incluem:

* Reduzir a Reserva Legal na Amazônia de 80% para 50%
* Reduzir as Áreas de Preservação Permanente como margens de rios e lagoas, encostas e topos de morro:
* Anistia aos crimes ambientais, sem tornar o reflorestamento da área uma obrigação
* Transferir a legislação ambiental para o nível estatal, removendo o controle federal

Essa não é uma escolha entre ambientalismo e desenvolvimento, um estudo recente mostra que o Brasil ainda tem 100 milhões de hectares de terra disponíveis para a agricultura, sem ter que desmatar um único hectare da Amazônia.

A proteção das floretas e comunidades rurais depende do Código Florestal, assim como a prevenção das mudanças climáticas e a luta contra a desigualdade do campo. Assine a petição para salvar o Código Florestal e depois divulgue!


Juntos nós aprovamos a Ficha Limpa na Câmara e no Senado. Se agirmos juntos novamente pelas nossas florestas nós podemos fazer do Brasil um modelo internacional de desenvolvimento aliado à preservação.

Com esperança,

Graziela, Alice, Paul, Luis, Ricken, Pascal, Iain and the entire Avaaz team

Saiba mais:

País tem 100 mi de hectares sem proteção - Estado de São Paulo:

Estudos ressaltam importância ambiental do Código Florestal - WWF:

sexta-feira, 28 de maio de 2010

FREE DOWNLOAD - DJ LIONDUB ------ NY STATE OF MIND DUBSTEP MIX


Liondub oferece música em uma linguagem universal como referencia, ha muitos dialetos na musica, ainda artistas estão disponíveis e abertos para mais de um tipo. Tocando roots reggae, dancehall, hip hop e jungle desde 1991, LionDub esta em turnê nos EUA, abriu shows de Damian Marley & The Guetto Youths Crew, The Wailers, Dj Krush, Questlove do The Roots, JOhny OSbourne, Terry Ganzie, JahDan, Rob Paine do Worship Records, DJ Gravy, DJ Ivy, Noble Society, RAS Kush, Smith and MIhgty, do UK Steppers e Aquasky. Recentemente fez performances e sets junto com Steel Pulse, Sizzla Kalonji and Israel Vibration,Marcus Visionary, Dj Dara e Max Glazer. Seu estilo vai do Conscious roots, Lovers rock, Deep Downtempo Soul, Dubwise, Current Culture e Dancehall Heat, Hip Hop Gems e Hits. Tem para todos os gostos. Na mixtape, dubstep até os ossos.

Download - clique aqui

domingo, 23 de maio de 2010

QUILOMBO HI FI - MY45 - PORQUE NOSSOS DISCOS NÃO CHEGARAM!!1


Manifesto de JAH Knomoh produtor e integrante do sound system Quilombo Hi Fi sobre a My45, empresa alemã que trabalha com prensas de vinil 7 e 12 polegadas. Manifesto integral, sem alterações, caso você também se sensibilize com o ocorrido, envie para seus amigos e conhecidos.

************************

Olá amigos , deejays , mcs , seletores e afins.

Aqui quem vos escreve é Jah kNomoh , do Quilombo Hi Fi , quero comunicar a todos que pediram uma cópia de nosso 7" polegadas para coleção pessoal , que tivemos um problema sério com relação a eles.

A My45 (www.my45.de) responsável por prensar os discos não nos enviaram os discos. No começo pensamos que houvesse extravio ou algo do tipo , mas agora definitivamente estamos certos que o cidadão ANDREAS BAUER não nos enviou como combinado e PAGO. E pior , agiu de forma sarcástica , pois disse que por desatenção não pegara o Tracking Number , para rastrearmos a encomenda, resumindo. Ele nos enrrolou ao longo desses 2 meses de atraso fora os outros 2 de espera.

Andreas disse ter mandado dia 15 de fevereiro , os discos até hoje não chegaram. O pior , sem compartilhar licença alguma descobrimos que amigos e colegas nossos em mais de 1 lugar da europa já possuem nosso tune , que está sendo distribuido pela Afrikan Beat(que aparentemente não tem haver com o problema) e por contatos de MPC do digital dubs , que foi grande colaborador para que realizassemos esse trampo.(este não tem responsabilidade NENHUMA pelo fato).

Envio este email a todos vocês para que tenham consciência da "roubada" literal que os DITOS honrados e honestos alemães nos colocaram.

Lembrando que a pessoa que indicou este serviço me disse quando à ele comentei preocupadamente sobre o atraso:

"O cara é Alemão se disse que enviou, enviou , pois , não é brasileiro."

Tá aí a prova de que o caráter personificado de um povinho que se achou superior com um aparelhinho ideológico mediocre ainda existe e lá é uma minoria sem escrúpulos diante de tantos colegas formidáveis que temos na alemanha , inclusive participantes massivos da cultura sound system e da música reggae.

Fica aqui o comunicado para que mais trabalhadores que tiram sua grana do salário para realizar feitos culturais não sejam enganados , ainda mais por esses fedidos.

Lembrem ANDREAS BAUER e My45. Ele não respondeu mais os emails e em telefonemas dissimula toda uma atenção mas não corre atrás do problema que nos causou.

Agora cabe a mim , juntar mais dinheiro , mas dessa vez para ir a Munich , talvez pra pegar meu dinheiro de volta ou apenas ter o prazer de CHUTAR A BUNDA dele. Por que como sabem isso aqui é o gueto , o 3º mundo , o Brasil , e em ultimo caso agimos assim mesmo chutamos .

Quem quiser nos ajudar a pedir os discos para ele é só enviar um email para:

Quilombo funciona assim , coletivo , não estamos sozinhos , somos uma equipe com 4 integrantes que agrega mais de 4000 parceiros o isolamento e a arrogência nunca fez parte de nossas idéias foi somos os verdadeiros defensores dessa Cultura , com unhas e dentes , "like a lion!"

Desculpe o Incomodo mas demorei demais pra escrever esse informe a todos.

Quem quiser protestar e reivindicar conosco , pro cara sentir que no terceiro mundo não tem trouxa basta enviar email se possível em inglês para.



Atenciosamente.
Jah kNomoh(produtor do tune) & Lioness Laylah(cantora do tune)

terça-feira, 18 de maio de 2010

ABRINDO O DEBATE SOBRE A CANNABIS NO BRASIL



ABRINDO O DEBATE SOBRE A CANNABIS NO BRASIL

O Growroom e a Matilha Cultural convidam para o encontro “Abrindo o debate sobre a Cannabis no Brasil” - Liberdade de expressão, Segurança Pública e Uso Medicinal, que será realizado no dia 19 de maio.

O objetivo do evento é estruturar um debate democrático e transparente sobre as políticas de regulação da Cannabis no Brasil, lidando com a questão de forma pragmática e coerente com a realidade social do país.

Com a presença de pesquisadores, advogados, ativistas, agentes redutores de danos e cidadãos, os debates não pretendem defender ou condenar a discriminalização da Cannabis no Brasil, mas trazer luz à questão ao promover a pluralidade de opiniões e colaborações de especialistas e cidadãos.

O evento será gratuito, aberto ao público e transmitido pela internet pelos endereços http://www.matilhacultural.com.br e http://growroom.net.

Pano de Fundo

No Brasil, em 1932, por decreto, o então presidente Getúlio Vargas tornou crime o cultivo, o comércio e o consumo da planta e criou restrições severas ao seu uso como medicamento.

A rigidez da proibição transformou o comércio em narcotráfico e a Cannabis passou da esfera da saúde, para a criminal. O uso medicinal da planta no país foi, assim, transformado em crime e oficialmente desqualificado e perseguido.

Mesmo reprimida e criminalizada há décadas, a Cannabis continua sendo uma das plantas mais cultivadas pela humanidade em todo o planeta, como acontece há mais de 15 mil anos. Estima-se que os negócios em torno da planta movimente bilhões de dólares, abastecendo milhões de consumidores em todo o mundo.

A proibição, por sua vez, transforma esse comércio em fonte de renda para pessoas já envolvidas com atividades criminosas, muitas vezes violentas extinguindo a possibilidade de controle oficial do governo sobre a questão.

Em países como Espanha, Argentina, Reino Unido, Canadá e até estados norte-americanos, o debate em torno da regulamentação do uso medicinal e recreativo da Cannabis tem sido ampliado com novas perspectivas, ideias e experiências práticas sobre o tema.

No Brasil, a discussão vem acontecendo graças a profissionais de diversas áreas que adotaram posturas mais humanitárias com respeito as especificidades culturais, econômicas e as liberdades individuais na questão da Cannabis.


PROGRAMAÇÃO

19 DE MAIO – 15 às 19hs

15h às 17h - Antiproibicionismo: Um debate autorizado!
Mediador: Alexandre Youssef - Sócio do STUDIO SP, fundador de Instituto Overmundo e colunista de política da revista TRIP, foi Coordenador de Juventude da cidade de São Paulo entre 2001 e 2004
Marco Magri – Cientista Social. Coletivo Desentorpecendo a Razão (SP)
Gerardo Santiago – Advogado. Nova Sociedade Libertadora (RJ)
Leonardo Sica – Advogado. Coletivo Marcha da Maconha São Paulo
Júlio Delmanto – Jornalista Caros Amigos (SP) – A confirmar
Sergio Vidal – Antropólogo, membro do Growroom, Representante da União Nacional dos Estudantes no CONAD e no Grupo de Reforma da Lei 11.343
Marisa Fefferman – Advogada e prof. da Universidade São Paulo (USP)
10 min por componente da mesa e 1h de debate

17h às 17h30 – coffee break

17h30 às 19h - Horizontes para um mercado regulamentado de Cannabis no Brasil
Mediador: Alexandre Youssef
Domiciano Siqueira – Presidente da Associação Brasileira de Redutoras e Redutores de Danos (ABORDA);
Médico Convidado (Confirmado, aguardando os dados)
Cristiano Maronna - Advogado NEIP/IBCCRIM
Mônica Gorgulho – Psicóloga, Representante do Conselho Federal de Psicologia no CONAD e no Grupo de Reforma da Lei 11.343
Alessandra Oberling – Diretor do Viva Rio e da Comissão Brasileira Drogas e Democracia.
10 min por componente da mesa e 50 min de debate

Filmes
19h30 O Sindicato – o negócio por trás do barato (2007) - 100’ - Canadá
Direção: Brett Harvey
Título Original: The Union – The Business Behind Getting High
Site Oficial: www.theunionmovie.com

21h30 Esperando para tragar – A vida de pacientes não-regulamentados de Cannabis (2005) – 74’ - EUA
Direção: Jed Riffe
Título Original: Wait to Inhale


SOBRE A MATILHA CULTURAL
A Matilha Cultural é uma entidade independente e sem fins lucrativos instalada em um edifício de três andares, localizado no centro de São Paulo. A Matilha integra um espaço expositivo, sala multiuso, café, além de um cinema com 68 lugares.

Fruto do ideal de um coletivo formado por profissionais de diferentes áreas, a Matilha foi aberta em maio de 2009 e tem como principais objetivos apoiar e divulgar produções culturais e iniciativas sócio-ambientais do Brasil e do mundo.


SOBRE O GROWROOM
growrooom@growroom.net – (11) 70286983
O Growroom é um grupo que atua em defesa dos direitos dos usuários de maconha, tendo como uma de suas principais atividades manter um Portal na Internet sobre tudo que é relacionado a planta Cannabis sativa, seus usos e usuários, além de um Fórum que serve de espaço de convivência para pessoas adultas que consomem Cannabis sativa.

O grupo atua dentro dos princípios da redução dos riscos e danos, buscando o fortalecimento da autonomia e da responsabilidade dos usuários.


MATILHA CULTURAL
Rua Rego Freitas, 542 – São Paulo.
Tel.: (11) 3256-2636.
Horários de funcionamento: terça-feira a sábado, das 12h as 20h.
Wi-fi grátis.
Cartões: VISA (débito/crédito)
Entrada livre e gratuita, inclusive para cães.

sábado, 15 de maio de 2010

FYASHOP - SHABBA RANKS - AS RAW AS EVER - DANCEHALL ESSENCIAL

King Shabba, preciso dizer mais?!...

Esse disco com certeza é um dos melhores discos de dancehall lançados em todos os tempos, desse disco pelo menos 5 faixas são killers, sobre a história de Rexton Rawlston Fernando Gordon, já tem um texto bem legal pronto com tudo que ele fez e todas as controvérsias de sua carreira, e olha, foi muita, mas muita coisa.

Mas só pra você ver como o cara nunca foi fraco, o primeiro sound que ele trabalhou foi o Roots Melody, de Admiral Bailey, depois foi trabalhar com Josey Wales e gravar para King Jammy, logo depois com Bobby Digital (cria de Jammy), produções também de Gussie Clark e parcerias com artistas do nipe de Cocoa Tea. Talento e "estar no lugar certo, na hora certa" fizeram Shabba ser King.

O auge de Shabba foi esse disco em especial, AS RAW AS EVER, lançado em 1991 pelo selo Epic da Sony, a maior gravadora Major da época. O primeiro hit "Housecall" com participação de Maxi Priest, foi arrebatador, se você nunca foi a uma festinha e dançou ao som de Housecall, hmmm, você perdeu uma época muito boa.

Desse disco se tornaram big tunes as faixas "Trailor Load A Girls" , a própria "Housecall" com participação do Maxi Priest , "Mi Di Girls Dem Love" e minha preferida desse disco, The Jam com participação do KRS-1 do Boogie Down Productions, um dos primeiros mc's a incorporar o flow jamaicano em grande parte das composições.

A parte de produção ficou por conta de Bobby Digital, e os músicos participantes foram Sly Dunbar, Cleveland Browne, Computer Paul, Wycliffe "Steely" Johnson, Chinna Smith, Bryan e Tony Gold....

Será que foi por tudo isso que deram o Grammy para o Shabba em 1991?! Eu penso que sim.

ARTISTA: SHABBA RANKS
FAIXAS:
1. Trailor Load A Girls
2. Where Does Slackness Come From
3. Woman Tangle
4. Gun Pon Me
5. Gone Up
6. Housecall
7. Flesh Axe
8. A Mi Di Girls Dem Love
9. Fist-A-Ris
10. The Jam
11. Ambi Get Scarce
12. Park Yu Benz
SELO: EPIC/SONY MUSIC
ANO: 1991
CONDIÇÕES:
CAPA (vg-)
VINIL (vg+)
PREÇO: 25,00








________________________________
FYASHOP - ATÉ 15% DE DESCONTO

Nesse mês estamos queimando o estoque, descontos de até 15% em todo o catálogo. Todos os títulos estão a pronta entrega.

FAÇA O DOWNLOAD DO CATÁLOGO CLICANDO AQUI

Os descontos funcionam da seguinte forma:

Compras acima de 200,00 - 7%
Compras acima de 300,00 - 10%
Compras acima de 400,00 - 15%


ATENÇÃO - SEM RESERVAS, PRIMEIRO QUE CHEGA, PRIMEIRO A SER SERVIDO.

Pagamento e Envio.
* Envio somente via PAC ou SEDEX, em até 3 dias úteis após o pagamento.
* Pagamento em depósito no Banco do Brasil e PayPal via Cartão de Crédito
* Envie no e mail junto com o título dos discos que você deseja o seu endereço com cep e nome completo.
* Após enviar os dados com cep, lhe passamos o valor do frete.
* Prazo para pagamento são 48hs.

ENVIO VIA PAC POR 10,00 REAIS EM QUALQUER QUANTIDADE DE DISCOS.

Para maiores informações basta enviar e mail para: fyadub@yahoo.com.br

terça-feira, 11 de maio de 2010

FYASHOP - QUEIMANDO O ESTOQUE


ATÉ 15% DE DESCONTO

Nesse mês estamos queimando o estoque, descontos de até 15% em todo o catálogo. Todos os títulos estão a pronta entrega.

FAÇA O DOWNLOAD DO CATÁLOGO CLICANDO AQUI

Os descontos funcionam da seguinte forma:

Compras acima de 200,00 - 7%
Compras acima de 300,00 - 10%
Compras acima de 400,00 - 15%


ATENÇÃO - SEM RESERVAS, PRIMEIRO QUE CHEGA, PRIMEIRO A SER SERVIDO.

Pagamento e Envio.
* Envio somente via PAC ou SEDEX, em até 3 dias úteis após o pagamento.
* Pagamento em depósito no Banco do Brasil e PayPal via Cartão de Crédito
* Envie no e mail junto com o título dos discos que você deseja o seu endereço com cep e nome completo.
* Após enviar os dados com cep, lhe passamos o valor do frete.
* Prazo para pagamento são 48hs.

ENVIO VIA PAC POR 10,00 REAIS EM QUALQUER QUANTIDADE DE DISCOS.

Para maiores informações basta enviar e mail para: fyadub@yahoo.com.br

segunda-feira, 10 de maio de 2010

AGENDA - 15 E 16/5 - VIRADA CULTURAL - PALCO REGGAE

Barão de Limeira - SP
Se você não se incomodar com o inevitável "fumacê" reinante na platéia, não perca a ótima Orquestra Brasileira de Música Jamaicana (19h00), o espetacular cantor jamaicano Pablo Moses (21h00) e a boa Fully Fullwood Band - Tosh Meets Marley (01h00), também oriunda da terra do rastafári. Uma boa surpresa pode ser o retorno do Cidade Negra (23h00), que mandou embora o desafinado Toni Garrido e trouxe de volta o seu vocalista original, Ras Bernardo. Vá para casa dormir e perca os chatíssimos Planta e Raiz (03h00), Tribo de Jah (05h00), Djambi (07h00), Pedra Rara (09h00), Leões de Israel (11h00) e Mano Bantu (13h00), mas volte para ver o carismático jamaicano Clinton Fearon (15h00) e o espetacular Big Youth (17h00).


Concordo com o comentário e você?


FREE DOWNLOAD - BLESSED FIRE ------ NEVER GIVE UP MIX & EVERY KNEE SHALL BOW MIX


Bom, não tem muita info sobre o sound Blessed Fire, mas é bom viu, digiroots de primeira qualidade e algumas coisas bem obscuras, outras que até mesmo eu já toquei em algumas festas, basicamente as duas mixes lembram muito os sons de selos como Digital B, Kariang, Brick Wall, algumas coisas também de UK Stepper com pitadas de leve de dubstep. Uma coisas difícil de acontecer com os sounds de UK, o Blessed Fire não toca a versão dub, para mim em alguns casos não faz diferença alguma, mas tem os mais tradicionais que sentem falta, mas isso não diminuiu a qualidade das duas mixes. Ouça e faça o download. Bless ya!!!

domingo, 9 de maio de 2010

FREE DOWNLOAD - VICTOR BINGHI I - PARA ELAS MIXTAPE

MIXTAPE DANCEHALL PARA ELAS VICTOR BHING I ORIGINAL GHETTOMAN 2010

O Dancehall/Ragga está cada vez melhor representado no Brasil. Depois do disco promocional "Original Ghetto Man", agora é a vez de Victor Bhing I chegar com o mais novo trabalho: a Mixtape "Para Elas", direcionado as pistas de dança e abrangindo temas mais sensuais sobre a relaçao de Homem e mulher( TODO REI PRECISA DE SUA RAINHA, TD LEÃO DE SUA LEOA, COMO MARLEY JA DIZIA "EVERY MAN NEED A WOMAN, EVERY WOMAN NEED A MAN!"..

Victor Bhing I tem vários videoclipes, de edição e direção próprias, filmados pela Rudeboys Produções. RJ - SP/BR (Produtora qual o proprio e o dono). 2 novos clipes: "FYA BLAZE" e "HOMEM PARA MULHER", este com participação de Flai Tanda, em breve estara sendo lançado tambem pela RudeBoys Prod. 2010 tempo de mudanças..mas a verdade de jah é unica e não passa nunca.divirta-se com a música..e não martirize-se..concientização e alegria para o povo carente desses sentimentos Victor Bhing I, almeja saude e prosperidade a todos em Jah Ras Tafar I.

PARA ELAS - Download


FREE DOWNLOAD - JAMAICAN CULTURE MIXTAPE BOX SET

A associação Cultural Astur Sound System e General Sound System tem o prazer de informar o lançamento do novo trabalho de Urban Poison Selektah, a box set de três mixtapes intitulada "Jamaican Cultre Mixtapes Box Set", conjunto de três mixtapes gravadas com 90% de discos de vinil. A primeira mixtape é a "Songs of Rudies", que essencialmente tem a sonoridade do ska, rocksteady e early reggae, com artistas clássicos e atuais. A segunda mixtape é a "Walking Inna Roots" que buscou a sonoridade do Roots, dub e uk roots. A ultima mixtape é a "Crazy Evolution" recheada de riddims eletronicos e experimentais da música jamaicana, os estilos vão desde o breakbeat, dubstep e jungle. Uma das surpresas mais legais desse mês de Maio, até agora.
Songs of Rudies

Walking Inna Roots

Crazy Evolution

sábado, 8 de maio de 2010

FREE DOWNLOAD - SOUTH AMERICAN TOUR 2010

Entre o mes de abril e o inicio agora de maio, o Dj Stepwise fez uma pequena turne aqui pela América do Sul (só ficou fora o Brasil, por questões óbvias), mas deixou uma bela mixtape de presente pra todo mundo com muito dancehall e new roots apresentada por Anthony B, que dispensa bastante as aprentações.

Esperamos logo mais ter o Stepwise de volta aqui pelas terras brasileiras. Aproveitem a mixtape. Bless ya!!!

The Official 2010 South America Tour Mixtape - DJ Stepwise & Anthony B

Download faixas separadas: clique aqui
Download faixa contínua: clique aqui

quinta-feira, 6 de maio de 2010

FREE DOWNLOAD - ITALIAN DUB COMMUNITY SHOWCASE VOL. 2

O forum Italian Dub Community, está promovendo e disponibilizando roots e dub há alguns anos, produzindo novas compilações como selo independente e está lançando seu novo trabalho, a compilação ITALIAN DUB COMMUNITY SHOWCASE VOL. 2.

São 24 produtores, 45 faixas, incluindo vocais, versões dub e mixes extendidos. O espirito de cooperação e o desejo de expandir o IDC é o que faz a união de antigos e novos na cena italiana de dub. O lançamento foi feito após diversas expressões e conversas na web pelos produtores.

Para muito dos produtores este é a primeira produção oficial, uma nova experiencia musical, a primeira oportunidade de ser construtivamente comparado com ouras realidades. IDC escolheu a web como veículo musical, conseguindo alcançar cada canto do globo diretamente, imediatamente e de uma forma livre.

Para fazer o download, só clicar aqui.

terça-feira, 4 de maio de 2010

FREE DOWNLOAD - IN.KOMODO MEETS THE UPSETTER - MIXTAPE

Tudo começou em 97 mais ou menos, quando meu parceiro Endrigo, pegou emprestado a coletânea ARKOLOGY do Lee Perry, q saiu nesse ano num formato massa, com três cds e fotos, e gravou tudo numa série de fitinhas cassete, cdr não era coisa do momento ainda...ai foi só o começo de uma história que vivo até hoje, o reggae music, em todas as vertente, passou a ser minha referência de vida, agreguei a minha cultura brasileira à cultura jamaicana.

Montei essa mixtape pensando nessa história, separei meus plays 12" e 7" com as produções e músicas do Lee Perry, e fiz a seleção, usando também alguns dos efeitos que o mestre usava no seu Black Ark Studio, tentei criar um clima de sound system (com dois toca discos), já que Lee Perry nunca teve um.

É isso aí, espero que curtam a viagem!

Ps. Ah, sim... Komodo foi um dos primeiros dj's que eu vi tocar um set estritamente de dub 70's em SP, aproveitem. RAS.

Special Request (In.Komodo meets The Upsetter mixtape) por djkomodo

Para fazer o download pelo Sendspace, clique aqui: http://www.sendspace.com/file/7lxil0
DEIXE SEU COMENTÁRIO AQUI NO SITE

DISQUS NO FYADUB | FYASHOP

O FYADUB | FYASHOP disponibiliza este espaço para comentários e discussões das publicações apresentadas neste espaço. Por favor respeite e siga o bom senso para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas... PS. DEUS ESTÁ VENDO!