sexta-feira, 5 de agosto de 2016

RASCLAAT - QUANDO A BOQUETAGEM SE TORNA PROVA CABAL




Era uma vez… um homem alto, com barba proeminente e cabelo um tanto quanto crespo, nascido no lugar atualmente conhecido como Palestina. Esse homem ousou no seu tempo, desafiar o clero religioso, o estado e também aqueles que dominavam a economia. Ficou aos lado dos mais pobres, teve seguidores e traidores, chegando a enfrentar e derrubar um dos maiores templos religiosos na época. Esse homem que desafiou o status quo, acreditava que o sistema imposto era injusto e ineficaz, e se opôs a ele, de forma física e espiritual.

Com os atos praticados, esse homem foi acusado de ter praticado crimes contra o Estado, o sistema e o regime imposto. Além de ironicamente ter sido chamado de bandido - sem ter prova cabal de um crime sequer ter sido cometido - além de se opor abertamente a aqueles que o acusaram de um crime. Ele foi preso, torturado e o mesmo acusador foi juiz, júri e carrasco. Ao final, ele foi condenado a morte, sem sequer ter tido oportunidade de ser ouvido. A acusação foi o suficiente para que ele fosse condenado a morte.

Você conhece essa história?… E acredita que essa forma de acusação e condenação ainda existe?… Se não acredita, é necessário rever diversos aspectos de conduta e lacunas de conhecimento histórico.


Para não estender muito sobre Yeshua (alayhi salaam) - aqui chamado de Jesus, e eu que jamais acreditei que ele foi crucificado para salvar algum cristão - até porque o homem não era Cristão, e sim que ele foi assassinado pelos seus perseguidores e ofensores. Ninguém além de você mesmo é responsável pelos seus atos, e jogar os pecados nas costas de alguém é no mínimo sem sentido óbvio ou uma grande ato de filha da putagem.


Em meados de março e abril desse ano, King Afrika Bambaata foi acusado por um homem de 50 anos de ter sido molestado com 15 anos em 1981, e depois desse outros três homens apareceram, e também afirmaram  que também haviam sido molestados por Bambaata quando garotos. A ação foi para discutir a prescrição criminal relacionada a pessoas que são molestadas nos EUA, e a lei deixa de ser; ou não é aplicada nos EUA após 23 anos do acontecido.


Talvez muitos jovens aqui no Brasil (e no mundo também) hoje conheçam mais o verborréia de rappers como Drake, o esquizofrênico escandalizado Kanye West ou as teorias de conspiração Illuminatti sobre Jay Z. Mas o fato é que absolutamente tudo que pode ser considerado como cultura de rua - nesse caso falo de Hip Hop, tem como um dos pais fundadores o Afrika Bambaata.

Bom, além de todo o envolvimento que ele teve nos anos 70, para conter a violência entre gangues, o consumo de drogas e tudo que acontecia no envolto do South Bronx, semelhante a muitos lugares do mundo - já que periferia é periferia em qualquer lugar, um grupo de pessoas possibilitou a mudança do status quo, ao qual eram subjugados.

Bambaata além de um ícone da música; um dos precursores do eletrofunk, house, techno e do rap, também é um dos que pacificaram um lugar que politicamente era impossível de ser alcançado, e o exemplo foi seguido por diversos outros.

Fato é, que após uma acusação dessa ser lançada, existe um enorme grupo de pessoas, que sem ao menos pensar, já condenaram o homem sem nem mesmo ele ter sido ouvido, ou entender uma palavra do que ele está dizendo. Acusar alguém sobre algo, necessariamente não é um fato comprovado de um crime cometido. O que se da a entender, é que para uma sociedade que ainda prefere a selvageria e a violência entre negros e pobres, uma acusação é crime de fato cometido.



A segunda parte que vou citar é do maior professor de hip hop de todos os tempos; KRS-One. Você jamais vai ver KRS-One ser reconhecido por uma mídia branca, apesar de todo o trabalho social, criativo e intelectual através da cultura hip hop. Ao invés disso, se for realmente parar fazer uma análise da carreira de um dos maiores mc's de todos os tempos, existe um demérito histórico quanto ao trabalho de KRS-One em toda a cultura, e por parte de muitos que fazem parte da cultura.


Apesar de realmente concordar com KRS-One em muitos aspectos, e acreditar nele e na afirmação com a mesma fé - de que ninguém é culpado por algo sem provas ou julgamento, infelizmente a sociedade não é assim. Até prova contrária, você é culpado pelo menor comentário ou boato. O suporte a Bambaata já causa furor, onde alguns sites propõem boicotes a shows e pedem para as pessoas pararem de comprar álbuns do KRS-One; "O hip hop obviamente, deve parar de apoiar Bambaataa, mas também devemos parar de apoiar KRS-One. Devemos parar de comprar ingressos para seus shows, parar de aparecer aos suas palestras e parar de ouvir a sua música...", diz William Ketchum III ao site djbooth.com.

A ideia que eu tenho, é de que muitos pensam que justiça se trata de; punição e condenação, antes mesmo de uma fato ser apurado ou a verdade ser encontrada. Não há talvez tristeza maior de ter de se defender sem absolutamente ninguém ter apresentado prova alguma, mas apenas dito "Ele fez determinada ação em determinada época, e foram varias vezes". Que mundo louco é esse não é?

Eu me lembro dos clipes do Boogie Down Productions e me lembro de Renegades Of Funk do Soul Sonic Force, e me lembro do verbo sendo dito sem muito filtro (e isso eu sei que não faz bem para os negócios), e sair do status quo imposto, é um risco que se corre ao provocar aquilo que muitos acreditam ser certo... mas certo pela imposição, muito acreditam que certo é só o que um determinado grupo considera define ser 'certo'. Certo e errado se tornaram algo muito relativo - e subjetivo, na minha mente.

Não há tal coisa como um Governo
Há apenas pessoas colocando regras sobre as pessoas
Pessoas brincando em torno de pessoas
Pessoas acenando para pessoas...
Que parte do sistema que você joga?
Quem você oprimi? .. Uhh!
- KRS-One - What Kind A World

Aqui no Brasil, na nossa história recente existem diversos outros personagens que não passaram por situações muito diferentes. Geraldo Vandré chegou a desaparecer por algumas décadas, com diversos boatos de envolvimento em movimentos contra a ditadura, com afirmações de que teria passado por prisão e torturas, sendo obrigado a deixar o país em exílio. Como também existiam boatos de que Geraldo era militar e estava ao lado da ditadura. Na época poucos questionaram a ele o que realmente era fato ou boato. Simplesmente o definiram.

Outra personagem contemporâneo foi Wilson Simonal, acusado injustamente de ser um 'cagueta' na ditadura. Fato é que Simonal jamais foi cagueta, dedo duro ou um rato. Ele foi sentenciado por ser um negro bem sucedido, ao qual a política tinha um impacto raso, perto daquilo que estava acontecendo no mundo profissional de Wilson Simonal. 

Simonal já era famoso internacionalmente - e ao meu ver poderia viver na Europa em qualquer lugar tranquilamente. Ainda teve seu viés político, falando contra os partidos MDB (atualmente o PMDB), contra o ARENA (que um dia já foi o PFL e hoje se chama DEM), sendo a favor do inexistente naquele época Partido dos Trabalhadores. Simonal não foi alvo por não ter um viés político ou por ofensa a sociedade, ele foi alvo justamente por ser algo que a sociedade temia que pudesse existir.


A verdade é que se você não fizer parte de uma agenda ou de um plano já definido por alguém, se não criar ferramentas para sua longevidade, pode ser que o que acontece com Afrika Bambaata, KRS-One, Geraldo Vandré ou um Wilson Simonal - que está surgindo, seja a hemorragia que a sociedade quer estancar a qualquer preço, e pra isso basta um boato ou algo do tipo... e num piscar de olhos toda uma história é jogada num mar de lama pré definido e toda uma carreira é apagada.

O terceiro poder - que é a mídia, aparentemente é o mais perigoso de todos!


  Twitter   https://www.instagram.com/fyadub_fyashop/   http://www.youtube.com/fyadub  http://www.discogs.com/seller/fyashop/profile   http://fyadub.blogspot.com.br/p/fyashop-teste_22.html   fyadub@yahoo.com.br
DEIXE SEU COMENTÁRIO AQUI NO SITE

DISQUS NO FYADUB | FYASHOP

O FYADUB | FYASHOP disponibiliza este espaço para comentários e discussões das publicações apresentadas neste espaço. Por favor respeite e siga o bom senso para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas... PS. DEUS ESTÁ VENDO!