Pesquisa no FYADUB | FYASHOP

sábado, 13 de fevereiro de 2016

WINSTON HOLNESS - NINEY THE OBSERVER


Winston Holness, mais conhecido como Niney The Observer, batizado como George Bosweel, nasceu em 1951 em Montego Bay, e é um dos maiores produtores de reggae da Jamaica. Holness foi cantor também, e é de sua produção diversos clássicos dos reggae entre os anos de 1970 e 1980. 

Holness ganhou seu apelido “Niney” após perder o polegar em um acidente na oficina que trabalhava. No final dos anos 60, ele já trabalhava como engenheiro de som na KG Records, onde começou a produzir. Sua primeira música foi sua composição “Come On Baby”, lançada pelo seu selo Destroyer. Em 1967 ele foi trabalhar com Bunny Lee, no Lynford Anderson Studio, e ambos trabalharam para Joe Gibbs como engenheiros chefe de áudio, ficando no lugar de Lee “Scratch” Perry. Trabalhando com Gibbs, ele produziu Dennis Alcaponne, e produziu uma série de músicas junto com Dennis Brown. Após deixar o estúdio de Gibbs, seu primeiro (e talvez maior sucesso), foi lançado em dezembro de 1970, a música “Blood & Fire”. Inicialmente, foi prensada uma série de 200 discos com a música pelo selo Destroyer, mas o reissue no ano seguinte pelo selo Observer, vendeu mais de 30 mil cópias somente na Jamaica. Inspirado pelo apelido de Lee Perry “The Upsetter”, Holness adotou o apelido “The Observer”, usando Observer como nome do seu principal selo, e como nome de sua banda – que atualmente é Soul Syndicate. Diversos singles foram lançados, alguns usando o mesmo riddim de “Blood & Fire” como a música “Fire Burn” de Big Youth

Nos anos 70, Holness se tornou um dos produtores mais procurados, e parte da vanguarda na produção musical na ilha, trabalhando com artistas como Dennis Brown, Delroy Wilson, The Heptones, Johnny Clarke, Slim Smith, Jacob Miller, Junior Delgado, e Freddie McGregor, tanto procurando cantores, quanto cantores procurando Niney para gravar. As suas produções próprias, nomes da nata Jamaica acabaram colaborando com clássicos como Dennis Alcapone, Max Romeo, e Lee Perry. Em meados dos anos 70, trabalhou e lançou artistas como Ken Boothe, Junior Byles, Gregory Isaacs, Horace Andy, I-Roy, e Dillinger. No final dos anos 70 e inicio dos anos 80, Niney já era um dos produtores mais prolíficos do reggae, mas sua mudança no inicio dos anos 80 para a França acabou por frear as produções até se reestabelecer novamente. Em 1982, ele lançou o álbum Ital Dub Observer Style, e retornou para Kingston em 1983, trabalhando no Channel One Studios, lançando produções pelo selo Hitbound do Channel One. Niney, além foi um dos primeiros a trabalhar com Beenie Man, Third World e Sugar Minott. Na metade dos anos 80, ele se mudou para Nova Iorque e voltou em 88 para a Kingston, agora trabalhando com os talentosos Yami Bolo, Frankie Paul, Andrew Tosh, e Junior Byles. Nesse período, fez um acordo com o selo Heartbeat Records, que relançou diversos títulos e produções do Observer, assim como novas produções. 

Em março de 2013, ele abriu seu novo estúdio chamado Observer Soundbox Studio em Lyndhurst Road em Kingston. Atualmente, Niney continua produzindo, lançou um single com Jimmy Cliff, Sly and Robbie, e Errol "Flabba" Holt chamado “Children”, para angariar fundos para a fundação de Jimmy Cliff que cuida de crianças autistas. Niney também é autista. Em Agosto de 2015, ele foi condecorado com a Order of Distinction (Ordem da Distinção) pelo governo Jamaicano. 


DISQUS NO FYADUB | FYASHOP

O FYADUB | FYASHOP disponibiliza este espaço para comentários e discussões das publicações apresentadas neste espaço. Por favor respeite e siga o bom senso para participar. Partilhe sua opinião de forma honesta, responsável e educada. Respeite a opinião dos demais. E, por favor, nos auxilie na moderação ao denunciar conteúdo ofensivo e que deveria ser removido por violar estas normas... PS. DEUS ESTÁ VENDO!